Tête à Tête, o caçula do Guia Michelin

Para quem gosta de experimentar novos sabores, a dica é o restaurante Tête à Tête que recebeu esse ano sua primeira estrela Michelin.

 

logo

Localizado no bairro dos Jardins, em São Paulo, e comandado pelos chefs Gabriel Matteuzzi e Guilherme Vinha, o cardápio traz a culinária contemporânea em um mix de nacionalidades e referências.

Pratos clássicos da culinária mundial são revisitados com um toque brasileiro, o Ceviche, prato clássico andino, é servido com tucupi e maracujá, já o Foie Gras recebe compota de cupuaçu e damasco.

ceviche-frutos-mar

Ceviche de frutos do mar

Todos os pratos são deliciosamente pensados e preparados e muitos ingredientes são frescos e cultivados em uma horta sustentável no restaurante. De entrada, os pratos mais pedidos são a Terrine de Foie Gras (R$58) e o Guioza de Camarão Thai (R$36).

foie-gras

Terrine de Foie Gras

 

Já os pratos principais, um dos mais pedidos é a Bochecha de Boi (R$72), um corte nada convencional, mas que surpreende pelo sabor e pela maciez. Outro prato delicioso é o Polvo na Brasa, acompanhado de fideuá (R$72).

bochecha-de-boi

Bochecha de Boi com cebolas grelhadas

 

polvo-na-brasa

Polvo na brasa com fideuá

De sobremesa, a Banana Baby (R$28) servida com merengue de paçoca é pedida garantida.

banana-baby

Banana com merengue de paçoca

O restaurante também oferece duas opções de Menu Degustação para quem quiser experimentar uma maior quantidade de preparações. O Menu Confiance (R$310,00) é composto por couvert + 7 preparações + 2 sobremesas. Já o Menu Tête à Tête (R$220,00) é composto por couvert + 5 preparações + 1 sobremesa.

Eles antes atendiam no horário do almoço, mas agora atende apenas no jantar, de segunda à sábado de 19:30 às 00h. Aos interessados eles fazem reservas pelo site.

Para um restaurante estrelado, os preço são razoáveis. Vale a experiência!

Endereço: Rua Doutor Melo Alves, 216 –  São Paulo

Espero que gostem.

Beijos, Mari!

Anúncios

NINO CUCINA!

Mais uma dica de restaurante aqui em SP e, para variar, tem como forte a culinária italiana (gosto pouco! rs). Logo que o restaurante inaugurou, vi vários posts no instagram e resolvi conhecer: Nino Cucina

NinoCucina4-e1440789463487

Antes de falar da comida, que é muito boa, vale dizer que o atendimento não foi 100%. Os garçons estavam bem confusos, nossa comida demorou e não fomos muito bem atendidos. Ainda quero voltar lá para dar uma segunda chance e ver se minha experiência melhora.

Agora falando da parte boa, a comida, fui surpreendida positivamente. O Chef Rodolfo, nascido na região da Puglia na Itália, colocou toques bem diferentes em pratos já conhecidos e deu um ar sofisticado à eles.

ENTRADA 

NINO-arancini

Pedimos o Arancini para provar e como estávamos em 4 pessoas, achei a porção bem pequena. Pelo preço esperava um pouco mais. O sabor estava bem gostoso!

PRATO PRINCIPAL

Nino-Cucina-Pesto

O que me levou a conhecer o restaurante foi o prato que escolhi como principal: Spaghetti de Burrata e Pesto. Posso dizer que valeu a pena! A combinação de sabores estava maravilhosa e foi uma das massas mais gostosas que já experimentei!

Na parte das sobremesas não experimentei nada, mas quero provar numa próxima visita.

Dica: o restaurante é indicado para jantares românticos ou para ir com poucos amigos. Como espaço é pequeno, acho ruim de ir em grandes grupos.

+informações

Fui ao restaurante num sábado, por volta das 19h45, sem reserva. O restaurante estava vazio, mas mesmo assim tivemos que esperar para ver ser as pessoas que reservaram chegariam até as 20h. Dica: reserve para não correr este tipo de risco! O ambiente é bem pequeno e não tem muito onde ficar esperando.

Endereço: R. Jerônimo da Veiga, 30 – Jardim Europa, São Paulo – SP

Faixa de Preço: +- R$100,00 por pessoa

Espero que gostem! Ju 🙂

Errejota Gourmet

Depois de um tempo sem postar, resolvi escrever sobre um restaurante carioca imperdível. A dica de hoje é o Restaurante Aprazível que fica no bairro de Santa Tereza, um dos lugares mais charmosos para almoçar ou jantar.

A entrada é bem discreta e requer um pouco de atenção para não passar direto, mas quando você desce as escadas e entra no salão, você entende o porquê da fama daquele lugar, a vista que se tem da Baía de Guanabara e do bairro de Santa Tereza é maravilhosa, e a decoração no estilo bangalô deixam o ambiente super aconchegante.

IMG_5620

IMG_5624

Além de toda beleza do lugar a comida é impecável. De entrada, o pão de queijo recheado de lingüiça caseira é uma delícia.

Como prato principal, o Marreco Aprazível, um dos mais pedidos, é o peito do marreco grelhado com molho de vinho tinto, passas e ameixa, acompanhado de arroz selvagem e purê de maçã, o Medalhão ao molho de Vinho do Porto e pimenta, acompanhado de batata aprazível, e a Lasanha Campesina de shitake e cogumelos de Paris, tudo simplesmente maravilhoso.

IMG_5625

Pra finalizar, a Banana Santa Tereza grelhada com canela e açúcar, acompanhada de sorvete de creme e calda de chocolate.

IMG_5622

Tudo delicioso, vale muito a pena conhecer. Se for possível, a dica é ver o pôr do sol de lá, uma das vistas mais bonitas.IMG_5619

Espero que gostem!!!

Beijos,

Mari

Conhecendo Williamsburg..

Hoje vou falar sobre meu lugar preferido para visitar aos domingos: Williamsburg. O bairro que fica no Brooklyn te faz esquecer a grande NY. Com um ar descolado e cheio de arte, abriga artistas e intelectuais de New York como o Soho nos anos 80.

Para chegar ao bairro é simples: pegue a linha L do metrô e desça na Bedford (Primeira estação fora de Manhattan). Na própria avenida Bedford é fácil de encontrar obras de arte sendo vendidas nas calçadas e vários lugares bacanas para tomar um Brunch.

Imagem

Além do charme e do espiríto diferente das pessoas que frequentam o bairro, os brechós são incríveis e têm peças exclusivas de designers famosos. Um dos meus preferidos chama-se Cross Road Standing (fica na 7Street). O famoso Bacon’s Closet também aparece como um lugar bem frequentado, mas ainda prefiro a unidade de Manhattan (localizado perto da Union Square – acho a loja menos poluída).

Após curtir os brechós e as feras na rua minha indicação é a feira Artist & Fleas. Nela você encontra trabalho de jovens designers e obras de arte muito diferentes.

Imagem

Se quiser fazer uma pausa para comer minha indicação é o bistro frânces Juliette. Lá você encontra um ambiente charmoso com comida deliciosa e preços justos. No verão o lugar é bacana para tomar alguns drinques na área aberta do restaurante.

Imagem

Para finalizar o dia, nada melhor do que curtir a vista de Manhattan junto ao por do sol no East RIver (6th Street).

Imagem

Imagem

Espero que gostem!!

Beijos,

Juju.

Eataly

Hoje o post é dedicado aos amantes de massa, pães e afins. Desde que cheguei em NY, todas as pessoas que já tinham visitado este lugar me falaram para conhecer e lógico que foi amor a primeira vista! Estou falando do Restaurante/Mercado Eataly.

A entrada do complexo.

O primeiro Eataly foi inaugurado em 2007 na cidade de Turim. Após virar sucesso na Itália o conceito chegou a Nova York, em 2010 e não demorou para virar o queridinho da Big Apple. O lugar lembra andares gastronômicos das grandes lojas de departamentos européias. A diferença é que todos os produtos oferecidos vêm da Itália (no caso dos industrializados) ou são produzidos e processados de acordo com as tradições italianas.

-> O mercado

Se você ama a culinária italiana e gosta de cozinhar não pode deixar de passar por lá, caminhando pelo grande mercado você encontra: deliciosas massas feitas na hora, pães de todos os tipos – com e sem recheio, queijos e petiscos deliciosos, vinhos, carnes, peixes e muitas outras coisas deliciosas..

A parte de carnes.

Os pães deliciosos.

Massas frescas.

Os queijos.

-> Os Restaurantes.

No Eataly você encontra 12 pontos de comidinhas italianas, entre Cervejaria, Sorveteria, Padaria, Restaurantes e Café.

La Piazza: Praça para aperitivos e vinhos, as pessoas ficam em pé no balcão ou em mesas altas no meio do saguão.

Manzo: Restaurante mais formal do complexo, com ênfase em carnes. (Aceita reservas)

Pranzo: Funciona apenas no almoço e tem um menu com três pratos (US$29 cada – também aceita reservas)

La Pizza & La Pasta: Esse é o meu preferido, todas as pastas são deliciosas e as pizzas também dão água na boca. (Não aceita reserva – normalmente tem uma espera de uns 30 minutos)

Meu prato preferido de lá! Água na boca.. hmmm!

Il Pesce: Deliciosos pratos frescos com peixe. (Também não aceita reserva – espera de 10/15 minutos)

Le Verdure: O lugar mais original do complexo, com diferentes pratos “naturebas”. (Também não aceita reserva – Quase nunca tem espera)

->Atividades no complexo

Tour: Além disso o lugar oferece tours de 15 minutos para conhecer o complexo e fazer degustação – US$ 35 por pessoa e é preciso se inscrever no site.

Aulas de Culinária: duração de 1h30 – de US$ 80 a US$ 125 dependendo do assunto da aula.

-> Informações

Endereço: 100 5th Avenue

Site: http://eatalyny.com/

Beijos,

Juju.

Diner Croisière – Jantar no Sena

Enquanto a Ju dá algumas dicas de NY, vou falar um pouco de Paris, um dos queridinhos destinos de viagem.

Na primeira vez que estive em Paris, um casal de franceses amigos da minha família, nos convidou para um jantar em um Bateau Mouche, aquele clássico barco que navega pelo Rio Sena em volta da cidade.

Foi com certeza um dos melhores passeios que já fiz, não é aquele tradicional barco aberto que leva os turistas para conhecer Paris pelo Sena. É o “dîner croisière”, um barco fechado, com a lateral inteira de vidro, onde é servido um jantar maravilhoso e muito pouco frequentado por turistas.

Todos que vão a Paris passeiam pela cidade e visitam seus pontos turísticos durante o dia, mas poucos a percorrem durante a noite. Durante o jantar, o cruzeiro passa em frente a vários dos mais famosos pontos turísticos de Paris, como a Torre Eiffel e o Museu d’Orsay. É uma vista maravilhosa, a cidade das luzes, as margens do Sena, durante a noite.

Além de ser um passeio imperdível, o jantar servido é delicioso, tipicamente francês.

O Bateau Capitaine Fracasse

Parte interna do barco e a lateral de vidro

A entrada servida, uma das 5 degustações

A vista da Torre de dentro do barco

O percurso feito durante o jantar

Existem várias empresas que fazem esse tipo de passeio, o que fizemos é o La Croisière Du Capitaine Fracasse, com 4 opções de menu e preços que variam de 55€ a 90€, por pessoa, de acordo com o menu escolhido. Outro muito famoso é o Bateaux Parisiens. Em todos é necessário fazer reserva com antecedência.

Informações

La Croisière Du Capitaine Fracasse

Duração: duas horas

Partida: Ponte Bir-Hakeim (metro Bir-Hakeim, linha 6, ou RER Champs de Mars-Tour Eiffel, linha C)

Reservas

Pelo telofone: 0 826 10 48 15

Pelo site: http://www.lecapitainefracasse.com/

Bateaux Parisiens

http://www.bateauxparisiens.com/

Espero que gostem!!

Beijos,

Mari