ITÁLIA/FRANÇA 2015 – O ROTEIRO!

Sexta-feira e a vontade de viajar começa a ficar ainda maior, não é mesmo? Para entrar no clima, hoje vou falar qual foi o roteiro que definimos para nossa viagem de 13 dias na Europa. O nosso maior objetivo era ir para praia, pois chegaríamos lá no verão, mas acabamos nos encantando e querendo conhecer tantos outros lugares na Itália que acabamos separando somente 4 dias para praias. Outra premissa antes de definir o roteiro foi definir quais cidades não poderiam faltar de jeito nenhum e, no nosso caso, foi a cidade de Milão.

Portanto, fizemos todo nosso planejamento nos baseando que deveríamos ir para Milão ao final da viagem e ficar por lá 3 dias. Depois disso, teríamos que retornar a Roma (nosso avião chegou e saiu de lá). A partir disso, abrimos o mapa e começamos a selecionar todas as cidades que gostaríamos de conhecer e fomos vendo os preços de hotéis/atrações e também a distância de uma cidade para outra, já que faríamos a maior parte de Carro.

Com tudo isto definido, selecionamos 15 cidades (algumas dormimos e outras só passamos para almoçar ou para conhecer algum lugar específico. Como já disse no primeiro post sobre a viagem, vou falar dos principais lugares de cada cidade em posts separados posteriormente.

Roma-neoviagens

Tudo começou por Roma. Chegamos de madrugada e fomos direto para o Hotel, pré reservado, dormimos lá e na manhã seguinte partimos para nossa viagem!

Dia 1:  Roma -> Montalcino (Toscana!!). No caminho paramos na cidade de Canale Monterano (meu namorado morou lá quando criança) e em seguida fomos a Bracciano para conhecer o famoso lago e também o Castelo. Chegamos em Montalcino no final da tarde e tivemos tempo de conhecer a cidade de Sant’ Angello in Colle na parte da noite, onde jantamos num delicioso restaurante da região.

WP_20150821_12_31_49_Pro

Montalcino

Dia 2: Montalcino -> Firenze. Ficamos durante a manhã na cidade de Montalcino e nos encantamos, foi a minha cidade preferida da viagem..linda linda linda! E após o almoço seguimos em direção ao nosso destino final. Como estávamos muito perto, paramos em Siena para conhecer os principais pontos turísticos da cidade (não demorou mais que 2 horas).

Dia 3: Firenze. Como tínhamos muitos lugares para conhecer na cidade ficamos por lá durante duas noites. A cidade é simplesmente incrível.

Ponte Vecchio - Firenze

Ponte Vecchio – Firenze

Dia 4: Firenze -> Cinque Terre. Saímos de Firenze logo após o café da manhã e resolvemos parar em Pisa para conhecer a famosa torre (aviso: não perca tempo.. a cidade é bem feia, cheia de turista e a torre não é absolutamente nada demais). Depois da decepção (rs) seguimos rumo a Cinque Terre (lindo vilarejo com cinco terras – uma coladinha da outra- com uma vista incrível e praias). Optamos por nos hospedar na cidade de Monterosso – a terra com a praia mais gostosa e com mais estrutura em relação a hotéis – chegamos por volta das 17hrs e para nosso azar choveu. Aproveitamos para conhecer uma das outras terras do vilarejo de trem (super barato e rápido. De uma terra para outra demoramos uns 8 minutos).

Cinque-Terre

Cinque-Terre

Dia 5: Cinque Terre -> Santa Margherita Ligure/Portofino. Para nosso segundo dia de praia escolhemos conhecer Portofino, mas como a cidade é mega cara, nos hospedamos em Santa Margherita, que tem várias opções bacanas de hotel e também é bem estruturada. Para nosso azar choveu de novo! rs. Não conseguimos ir a Portofino porque a travessia de barco estava parada e os trens também por conta da chuva. Preferimos ficar na cidade e conhecer os restaurantes e lojinhas. No fim das contas nos surpreendemos positivamente!

Dia 6: Santa Margherita -> Nice (Sul da França). Um dos trajetos mais longos que fizemos de carro foi este. Demoramos quase 3 horas para chegar em Nice, mas as estradas são ótimas e você nem sente o tempo passar. Nosso plano era conhecer diversas cidades da Riviera Francesa e por isso escolhemos Nice como nosso ponto principal, além de ser mais barata do que as outras cidades do sul da França é também um ponto central para as outras cidades (existe a opção de fazer tudo de carro ou trem, é super simples). Passamos o dia em Nice e ficamos surpresos com as poucas opções públicas de praia. (DICA: vá preparado para gastar uns bons euros com cadeiras/guarda-sol/toalhas nos beach clubes).

Dia 7: Nice. Percebemos que gastaríamos muito mais do que imaginávamos se fôssemos para as outras cidades da região e optamos por enfiar o pé na jaca e ficar em um dos melhores Beach Clubs de Nice mesmo (passamos o dia na praia!! finalmente o sol..rs).

Praia de Nice - Linda!

Praia de Nice – Linda!

Dia 8: Nice -> Milão. Saímos de Nice logo após o Café da manhã e seguimos de volta para a Itália, rumo a Milão. Demoramos praticamente 3 horas também (de carro). Chegamos por volta das 15hrs no hotel. Como queríamos conhecer vários lugares, restaurantes e pontos turísticos ficamos por lá mais 2 dias (como já estava programado).

Dias 9 e 10: Milão. Além do Duomo e do quadrilátero da moda, os bairros de Navigli e Brera são incríveis.

Navigli - Milão

Navigli – Milão

Dia 11: Milão -> Roma. Como a viagem de volta seria longa, optamos por devolver o carro em Milão e seguimos para Roma de Trem (o expresso tem duração de 3 horas de viagem). Escolhemos um hotel próximo a Termini (principal estação de Roma) para facilitar nossa locomoção com as malas. Passeamos pela cidade e jantamos por lá.

Dia 12: Roma -> Formia. A família do meu namorado mora na cidade de Formia e aproveitamos o dia para almoçar por lá e passear. Fomos também de trem e a viagem durou aproximadamente 1h30. Voltamos para Roma ao final do dia.

Dia 13: Roma. No nosso último dia aproveitamos para passear pela cidade até chegar o horário de ir para o Aeroporto. Como já conhecíamos Roma, não reservemos mais do que 1 dia para passar pelos principais pontos turísticos, mas se for sua primeira vez na cidade vale a pena reservar uns 2 ou 3 dias para conhecer tudo com calma.

Roma

Coliseu – Roma

E acabou! Super recomendo este roteiro e apesar de nem tudo ter saído como planejamos inicialmente, principalmente na França, conhecemos cidades incríveis e lugares de arrepiar. Espero que ajude quem estiver em dúvida de qual roteiro seguir pela Itália! 🙂

bjs,

Ju

Viagem pelo Vale do Loire

Pra quem gosta dos castelos da França e tem tempo para viajar, uma dica é o Vale do Loire. A região, que fica ao sul de Paris, é conhecida pelos mais de trezentos castelos que tem, os famosos châteaux.

Não recomendo visitar mais de dois castelos por dia, o objetivo não é conhecer a maior quantidade possível e sim aproveitar ao máximo cada um. Sem contar que é sempre bom ter uma desculpa para voltar.

A viagem é demais em todos os aspectos, começando pela estrada com paisagens incríveis. Quando fui, visitei quatro, no primeiro dia fomos ao Château de Chambord, e ao Château de Amboise, no próximo post falo dos outros.

O Château de Chambord é o maior da região, com construção típica do período renascentista. O locar era frequentado por nobres que iam para a região caçar veados e javalis, mesmo antes de sua construção no início do século XVI.

Além do imenso bosque e dos mais de 400 cômodos do castelo, a escada projetada por Leonardo da Vinci é uma atração, ela permite que duas pessoas possam subir e descer sem nunca se encontrarem.

A entra principal do Château de Chambord

Vista do acesso lateral

A escada de Da Vinci

Vista de parte da propriedade do château

Já o Château de Amboise, um dos mais charmosos, fica na margem do rio Loire, com os jardins e a vista maravilhosa. Hoje só sobrou um quinto do castelo, o resto foi destruído ao longo dos anos. É lá que fica o túmulo do Leonardo Da Vinci, em uma das capelas.

A cidade de Amboise à margem do Rio Loire e, na parte mais alta, o château

O château a direita e a capela onde está o túmulo de Da Vinci a esquerda

O lugar é incrível, não só pelas construções, mas pela história e pelas vistas maravilhosas. Vale a pena conhecer.

Informações

Os castelos ficam abertos o ano todo, exceto nos dias 1 de Janeiro e 25 de Dezembro.

De carro: Pela autoroute A10, o Chambord fica a 180km de Paris e o Amboise a 220km.

De trem: tem um trem que vai de Paris para Blois e outro que vai para Amboise. Em Blois existem ônibus que vão direto para Chambord.

Existem também muitas excursões para o Vale do Loire, que saem de Paris e têm Chambord no roteiro. Uma das empresas mais recomendadas é a Paris City Vision.

http://www.pariscityvision.com/pt/cityrama/castelos-do-loire-em-onibus

Espero que gostem!!

Beijos,
Mari

Diner Croisière – Jantar no Sena

Enquanto a Ju dá algumas dicas de NY, vou falar um pouco de Paris, um dos queridinhos destinos de viagem.

Na primeira vez que estive em Paris, um casal de franceses amigos da minha família, nos convidou para um jantar em um Bateau Mouche, aquele clássico barco que navega pelo Rio Sena em volta da cidade.

Foi com certeza um dos melhores passeios que já fiz, não é aquele tradicional barco aberto que leva os turistas para conhecer Paris pelo Sena. É o “dîner croisière”, um barco fechado, com a lateral inteira de vidro, onde é servido um jantar maravilhoso e muito pouco frequentado por turistas.

Todos que vão a Paris passeiam pela cidade e visitam seus pontos turísticos durante o dia, mas poucos a percorrem durante a noite. Durante o jantar, o cruzeiro passa em frente a vários dos mais famosos pontos turísticos de Paris, como a Torre Eiffel e o Museu d’Orsay. É uma vista maravilhosa, a cidade das luzes, as margens do Sena, durante a noite.

Além de ser um passeio imperdível, o jantar servido é delicioso, tipicamente francês.

O Bateau Capitaine Fracasse

Parte interna do barco e a lateral de vidro

A entrada servida, uma das 5 degustações

A vista da Torre de dentro do barco

O percurso feito durante o jantar

Existem várias empresas que fazem esse tipo de passeio, o que fizemos é o La Croisière Du Capitaine Fracasse, com 4 opções de menu e preços que variam de 55€ a 90€, por pessoa, de acordo com o menu escolhido. Outro muito famoso é o Bateaux Parisiens. Em todos é necessário fazer reserva com antecedência.

Informações

La Croisière Du Capitaine Fracasse

Duração: duas horas

Partida: Ponte Bir-Hakeim (metro Bir-Hakeim, linha 6, ou RER Champs de Mars-Tour Eiffel, linha C)

Reservas

Pelo telofone: 0 826 10 48 15

Pelo site: http://www.lecapitainefracasse.com/

Bateaux Parisiens

http://www.bateauxparisiens.com/

Espero que gostem!!

Beijos,

Mari