FERNANDO DE NORONHA – Restaurantes

Antes de viajar para Noronha, pesquisei em diversos sites e blogs os restaurantes que não podia deixar de visitar e aqui vai uma constatação: nenhum deles é super incrível ou tem algum diferencial. Tem muitas opções boas, mas que não valem o preço.

Sim, se prepare para sentir no bolso! A maioria das refeições sai por mais ou menos R$100,00 por pessoa. Se quiser escolher uma opção mais barata (por kg), gastará uns R$60,00 por pessoa. Neste valor, não está incluso bebida alcoolica.

Deixando a informação de preços de lado, vamos aos meus preferidos?

1. Teju-Açu 

Fica dentro da pousada que leva o mesmo nome e é bem gostoso e moderno. Está localizado na entrada da estradinha para a praia da Conceição.

pousada-teju-acu-06-gd

Não precisa de reserva! Site: http://www.pousadateju.com.br/

2. Varanda

Neste fomos jantar e a surpresa foi ótima. O destaque aqui vai para a sobremesa com chocolate branco (uma das melhores que já comi)!

06

Fica um pouco cheio e vale a pena ligar para reservar uma mesa na varanda (é aí que está o charme do lugar!). Site: http://www.restaurantevarandanoronha.com.br/restaurante.php

3. Cacimba Bistrô

Os donos do Cacimba são os mesmos do Varanda, mas neste restaurante (na parte mais central da ilha), os preços são um pouco mais salgados. Novamente, é a sobremesa que se destaca. Peça o churros de doce de leite e nutella!

cc15-fachada-620x465

Não precisa reservar!

4. Festival do Zé Maria

O festival mais famoso de noronha é feito na pousada do Zé Maria, quase uma lenda de Noronha. Acontece todos os sábados e quartas e é preciso reservar com antecedência. Aconselho ligar ou mandar e-mail antes de embarcar para garantir seu jantar.

pousada-ze-maria-e-restaurante-048

Ao chegar, você será alocado em uma das mesas que pode ser dividida com mais duas pessoas (caso você esteja em 2 também).

O festival tem diversos frutos do mar, peixes, farofas e até carnes e comida japonesa. O próprio Zé Maria fala sobre o cardápio e faz questão de atender todos os visitantes. Depois, vem a famosa mesa de doces com opções de pudim, mousse, bolos e muito mais!

29

O preço é bem salgado, R$200,00 por pessoa – sem bebida, mas vale pela experiência.

Se você não quiser gastar tudo isso ou achar que não come o tanto de coisas oferecidas, escolha um outro dia da semana para ir até o restaurante (fica aberto para não hóspedes).

Site: http://www.pousadazemaria.com.br/gastronomia.php

+ Dicas

Alguns restaurantes que estavam na minha lista, nós não conseguimos ir, ou porque estavam fechados ou porque deixamos para reservar muito em cima e não tinham mais vaga.

E assim, encerro meus posts de Noronha! Tem alguma dúvida ou quer saber mais? Deixe seu comentário!

Bjs, Ju!

Anúncios

FERNANDO DE NORONHA!

Voltei de viagem faz duas semanas, mas não consegui parar com calma para escrever tudo o que gostaria sobre um dos lugares mais lindos que já vi nestes meus 24 anos.

Resolvi então dividir o post sobre noronha em 3: Dicas Básicas da Ilha; Dicas de passeios e praias; Dicas de restaurantes! Tenho certeza que depois destes posts, você também vai querer conhecer NORONHA!

baia-do-sancho-7

Por uma questão de ordem, achei legal começar com o post de dicas básicas. Quando ir? Onde ficar? Transporte? Vem comigo!

QUANDO IR

Para escolher em qual época do ano ir, basta você saber quais meses mais te agradam com relação ao clima e ao mar. Como assim? Noronha tem uma temperatura média de 30 graus durante o ano todo, mas alterna entre meses de muita chuva, muita onda ou muita calmaria. Me explico…

Agosto a Novembro – Época para os amantes do mar calmo, sol durante o dia todo e menos turistas! (nós fomos no final de agosto e pegamos algumas chuvas rápidas)

Dezembro a Março – Época do Suel com muitas ondas bem altas (chegam a ultrapassar o forte do porto da ilha) e é quando acontece o campeonato de surf (janeiro).                               O tempo é bem aberto (sol o dia todo), mas você corre o risco de não entrar no mar de algumas praias por estar bem bravo.

Vale dizer que aqui temos o Reveillon, época mais movimentada e cara da ilha! Em dezembro a maioria dos serviços dobram de valor.

Abril a Julho – Época de chuvas. Os nativos da ilha dizem que chove, mas que dá para aproveitar! A temperatura não cai quase nunca, portanto, o calor continua garantido!

ONDE FICAR

A ilha é bem pequena e é basicamente dividida por uma grande avenida que te leva para todas as praias e restaurantes. Por uma questão de localização (próxima ao centro da ilha), vale escolher uma pousada em Floresta Nova ou Floresta Velha. Nós ficamos na Floresta Nova e deu super certo, em pouco mais de 10 minutos estávamos no centro e para a Praia do Cachorro (de mais fácil acesso) chegamos em 15.

A maioria das pousadas é bem simples, mas muito confortável. Se quiser gastar um pouco menos, escolha uma hospedaria domiciliar (moradores abrem suas casas e alugam quartos). Para um gasto médio/alto escolha as pousadas de 3/4 estrelas. Agora se estiver com $$  e quiser investir numa pousada mais cara, com piscina e mais estrutura, escolha entre a famosa Pousada do Zé Maria, a Teju-açu ou a Pousada Maravilha!

estreladomar

Nós ficamos na pousada Estrela do Mar e eu super recomendo! O quarto tinha ar condicionado e era bem espaçoso. O café da manhã não era super maravilhoso, mas atendia bem para o começo do dia! O custo benefício foi ótimo!

TRANSPORTE

Para chegar na ilha, você deve partir de Natal ou Recife. Nós fizemos um vôo de SP para Recife, esperamos por 1h dentro do avião e partirmos para Noronha! Uma das vistas mais lindas acontece durante a volta que o avião dá antes de pousar!

aerea-noronha

Dica: reserve o transfer para te buscar no aeroporto antes de chegar na ilha! São duas empresas que fazem o serviço, nós optamos pela Atalaia/Luck e deu super certo. É importante reservar antes, pois já tem uma pesssoa te esperando lá que te leva num ônibus e te explica algumas coisas da ilha assim que chegar.

Durante sua estadia, você pode escolher entre alugar um bug, andar a pé, de ônibus ou de táxi. Na época que fomos, o bug estava com a diária de uns R$200,00 e optamos por não gastar este dinheiro.

Fizemos a maioria das coisas a pé mesmo e quando estávamos muito cansados, pegávamos um táxi. Todos os percursos são tabelados e cada corrida sai em média R$20,00.

O ônibus faz o percurso de uma ponta a outra da ilha pela avenida principal e passa de 30 em 30 minutos. Usamos poucas vezes, mas resolveu!

+ DICAS

  • Compre água ao chegar (tem alguns mercadinhos pela ilha). Leve sempre na mochila, pois nem todas as praias tem estrutura.
  • Leve uma mochila com cangas e toalhas para se secar depois dos mergulhos e passeios.
  • Leve protetor solar (Faz muuuuito sol e calor). Nós levamos também o repelente, mas não precisamos usar.
  • Reservamos toda a viagem com uma agência que eu SUPER recomendo, pois cuidaram de tudo e nos deram várias dicas antes de irmos. Elas são de BH, mas atendem o BR todo! -> TO TRAVEL 
  • Antes de embarcar, entre no site oficial da ilha para pagar a taxa de entrada. Leve todos os comprovantes impressos com você, pois é a primeira coisa que terá que mostrar ao desembarcar. Caso esqueça, é possível fazer o pagamento na ilha, mas o procedimento é um pouco mais demorado. Cada dia na ilha custa R$64,25 por pessoa!
  • Chegando na ilha, você deve ir até o Flamboyant (bem no centro), e comprar o cartão de acesso às praias, que é válido por 10 dias. Muitas praias ficam dentro do parque de preservação e por isso a taxa é cobrada. Custa aproximadamente R$80,00 por pessoa!

Ufa! Acho que estas são as dicas principais para começar a programar a viagem dos sonhos!! Aguardem os próximos posts!

Espero que gostem! Beijos, Ju!

 

#INSPIRAÇÃO – VERÃO

Aqui no Brasil, principalmente no sul/sudeste, estamos no inverno, mas resolvemos fazer um post para inspirar quem está indo curtir o verão da Europa/Estados Unidos ou do Nordeste Brasileiro.

Reunimos as principais combinações e tendências das principais bloggers do mundo para te inspirar a montar a mala!

Imagem2Aposte em macaquinhos, batas e vestidos leves! Além de ser super charmoso e levinho, ocupa pouco espaço na mala!

saiasSaias mais durinhas no formato A são ótimas para passeios na cidade ou para o final de tarde. Reparem na tendência de ombros de fora (Julia Faria em 2 fotos abusa da tendência!)

shortsShorts jeans, claro ou escuro, são sempre ótimas opções. Se estiver fresquinho no final do dia, aposte na combinação de jaqueta + tênis. Chiara é fã da peça e tem usado bastante durante o verão europeu, americano e até cubano.

Imagem1Mais uma tendência que vem se firmando desde 2012 e que as bloggers abusam, Bodys e Maiôs. Sei que na realidade da praia, o maiô acaba atrapalhando, principalmente para quem gosta de se bronzear, mas é uma ótima opção para curtir o pôr do sol, para passeios de barcos ou para uma piscina no final do dia. Os personalizados, como os de Helena e Camila, são hit da grif Jo De Mer.

E aí, curtiram?? Eu já estou começando a pensar nos looks de Noronha (Chega logo, Agosto!) e vou me inspirar nessas tendências!

bjs, Ju